Estou abrindo espaço para você que deseja orientação através do e-mail: blogajuda@hotmail.com; que será respondido na publicação no blog zelando a identidade da pessoa que será chamada de amiga. Com isso as pessoas poderão ter minha orientação e de todos que acompanham o blog, recebendo desta forma maior apoio para resolução de seus problemas. Escrevam!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Frase:

" Em lugar da vossa vergonha, haveis de ter dupla honra; e em lugar de opróbrio exultareis na vossa porção; por isso na sua terra possuirão o dobro, e terão perpétua alegria" (Isaías 61:7).

17 de setembro de 2011

Eu não queria ser obreira


Desde que me converti enfrentei muitas lutas por causa da minha fé no Senhor Jesus. Só para eu conseguir fazer as correntes na igreja foi uma batalha que parecia não ter fim.

Todo pastor que chegava na minha igreja queria me levantar a obreira. Mais eu não queria.

A única coisa que queria naquele momento era vencer meus problemas e dar um testemunho de vida.

Eu já fazia a obra como evangelista e tia da E.B.I. Ajudar em muitas coisas da igreja mais obreira não queria ser. 

Eu ouvia falar que um obreiro passava por lutas muito grande. Aquilo me assustava, tinha medo de não suportar as lutas e me afastar da presença de Deus. 

E logo eu passava por problemas sentimentais e pensava que poderia ser um obstáculo muito grande, a todo momento vinha na minha mente que iria ser humilhada na obra por ser solteira, e isso me deixava triste e sem motivação.

É claro que essas vozes não eram de Deus, mais me faziam ter medo de subir mais um degrau e fracassar. Então falei pra Deus que poderia até ser obreira algum dia, mais só quando tivesse uma vida transformada.

Além do mais, conhecia uma obreira que tinha a vida fracassada, era problema por cima de problema; e eu não entendia porque ela só vivia no fracasso se servia a Deus com tanta disposição.

Até que depois de muitos anos um pastor me chama pra conversar. E me explica o que é ser um obreiro e a importância desse trabalho. Na primeira conversa continuei insistindo que não queria ser obreira. E tivemos outras conversar, e outras...

De tanto ele me falar sobre esse assunto me fez pensar sobre isso.

Depois de um tempo aceitei ser candidata a obreira. Passei por um processo de aprendizado e fui levantada a obreira.

E aprendi que:

1-Ser obreira não é um cargo pesado, as lutas são grandes mais a unção também é maior; por isso conseguimos superar tudo. E nos saímos até melhor do que antes.

2-Existem muitas pessoas que passam por problemas tão simples que um obreiro pode ajudar a superar com uma palavra.

3-Deus não usa os capacitados mais capacita os obedientes.

4-Ser um obreiro só aproxima de Deus jamais vai afastar. Quanto mais a disposição nos colocarmos diante do Senhor, mais próximos ficamos, e mais espirituais nos tornamos. E mais usados por Deus somos.

5-Nunca devemos olhar os maus exemplos eles nada nos acrescentam. A obra de Deus é pura e só dar bons frutos, só que existem pessoas que não querem mudar e por isso continuam as mesmas sem testemunho de vida.

6-É muito bom ser obreira, orientar as pessoas, orar de madrugada pelo povo e ser renovada pelo Espírito Santo.

7-Quando compramos a briga do povo Deus compra a nossa briga e não precisamos nos preocupar com nossos problemas, pois já está nas mãos de Deus.

8-É um privilegio receber a autoridade de Deus para curar, libertar, e salvar vidas.

9-O inimigo tentará impedir a unção de um servo mais não conseguirá porque quando Deus chama capacita.

10-Ser obreira é muito bom e só acrescenta.

Se você sente um chamado de Deus para ser obreira mais existem vozes falando no seu ouvido dizendo que não dar pra você, que vai ser prejudicada, que pode cair, que não suportará as lutas; não der ouvidos. Quando foi que o diabo falou a verdade alguma vez?

Ser obreira não é um bicho de sete cabeças como o inimigo quer apresentar para amedrontar. É uma coisa boa, pura diante do Senhor.

Ser obreira é ser um vaso nas mãos do Senhor Jesus. Nada mais.

Quem faz a obra é Deus, somos apenas um vaso usado nas suas mãos.

Na benção,
Dijandira

2 comentários:

Kátia Simone disse...

Amada e amiga Dijandira,

Tenho a plena convicção que suas palavras são sábias e também verdadeiras, e sei também que a Obra mais importante da nossa vida é a Obra de Deus, porque na verdade é através da Obra que alcançamos e trazemos para junto de Cristo as ovelhas caídas e afastadas de Deus e até mesmo aquelas que nunca se aproximaram de Deus.

É maravilhoso fazer a Obra de Deus, creio que a partir do momento que nós nos dispomos e largamos, ou seja deixamos para trás tudo que desagrada e entristece a Deus e decidimos com um coração puro e uma Fé inabalável servir ao Senhor teremos de fato uma vida feliz e abençoada por Deus.

Fernanda Costa disse...

ola estou aqui para divulgar um novo blog para garotas evangelicas
http://nandateclando.blogspot.com
muinto bom!
eu aprovei
visitem
sigam
comentem